Otimização de geometria e de seção em treliças: validação experimental como emprego de estruturas Espaguete

Moacir Emília Letro Kripka, Maiga Marques Dias, Guilherme Fleith de Medeiros

Resumo


Em função da grande diversidade de configurações possíveis, seja para superar um determinado vão, seja para resistir a um determinado carregamento, as treliças constituem um campo bastante fértil ao emprego de técnicas de otimização. Com o emprego dessas técnicas, busca- se quantificar o mínimo de material necessário para que a estrutura suporte um determinado carregamento com a devida segurança. Os problemas de otimização de treliças são classificados basicamente em três categorias: otimização de seções transversais, de geometria e de topologia. O presente trabalho apresenta um experimento desenvolvido na Universidade de Passo Fundo, através do qual objetivou-se a validação de estudos numéricos envolvendo a otimização de seção e de geometria de treliças. Inicialmente, foram efetuadas diversas simulações com o emprego de um programa desenvolvido para a otimização de treliças pelo Método do Recozimento Simulado (Simulated Annealing). Na seqüência, a partir dos resultados obtidos, foram projetadas e construídas duas estruturas treliçadas constituídas unicamente de espaguete e cola, empregando-se com essa finalidade as características mecânicas fornecidas por González, Morsch e Masuero. Os ensaios efetuados evidenciaram a significativa melhora no desempenho da estrutura projetada com o emprego da otimização.


Palavras-chave


OTIMIZAÇÃO; TRELIÇAS; EXPERIMENTAL; ESPAGUETE

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756