Libertar o Conteúdo

Dácio Guimarães de Moura

Resumo


Os currículos das disciplinas científicas acabaram, por diversas razões, cristalizando-se num conjunto de tópicos e com um tipo de organização interna tal, que correspondem a um tipo de opção bem definida, conhecida no campo da teoria do desenvolvimento de currículos como "vertente da estrutura da disciplina". Com o passar do tempo, tais currículos ganharam um status que poderia ser comparado ao conceito de T Kuhn (1970), relativo ao papel dos paradigmas. Contudo, as mudanças ocorridas na sociedade, com repercussões no campo da educação e na formação  de recursos humanos, em geral, produzem novas pressões sobre tais currículos, constituindo um tipo de crise (comparada às crises do modelo de Kuhn) que provoca a discussão em torno da razão de ser dos mesmos. Novas referências são então requeridas para se pensar sobre a análise e desenvolvimento de novos currículos. A concepção de CTS: Ciência-Tecnologia-Sociedade- apresenta-se como um referencial possível para a implementação de novos tipos de currículos para as disciplinas científicas, no contexto da sociedade atual. A abertura para novos referenciais propicia a consideração de uma gama maior de elementos que devem participar da construção de novos currículos tal como têm sido demandados.


Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756