O hipertexto em curso de graduação da UFMG

Ricardo Viana Velloso, Pedro Pires Bessa, Helena Alvim Ameno, Paulo Sérgio Carneiro Miranda

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar resultados da investigação sobre o uso do hipertexto eletrônico na construção do conhecimento no curso de graduação em Pedagogia da UFMG. Parte-se do pressuposto de que, com a incorporação crescente das novas tecnologias da informação e da comunicação na sociedade e, em particular, nos cenários da educação formal, instauram-se outra cultura – a cibercultura – e práticas diferenciadas no âmbito do ensino-aprendizagem, que demandam a mobilização de diferentes habilidades, competências e atitudes para o trânsito no ciberespaço. Considera-se ainda que, face à incipiência das TICs e à linearidade dos currículos e das práticas cognoscentes sob a égide da lógica cartesiana, tem-se uma tendência ao subaproveitamento das potencialidades e possibilidades do hipertexto eletrônico na seara da formação universitária. A pesquisa constatou que as estudantes têm suficiente acesso e disponibilidade de recursos de informática, assim como conhecimentos importantes para uso do hipertexto eletrônico. Ademais, utilizam o hipertexto academicamente com significativa frequência. Apesar disso, essas estudantes têm o livro impresso como principal fonte confiável; revistas e periódicos ocupam o segundo lugar; a internet vem em terceiro lugar como fonte mais confiável.


Palavras-chave


TECNOLOGIAS E FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA; HIPERTEXTO; CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756