As atividades complementares nos projetos político-pedagógicos e nos currículos dos cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia Civil de Belo Horizonte

Adriana Maria Tonini, Maria de Lourdes Rocha de Lima

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar os resultados da análise documental dos projetos político-pedagógicos e dos currículos de cinco cursos, sendo três de Engenharia Elétrica e dois de Engenharia Civil, de escolas superiores de Belo Horizonte para verificar como são contempladas as Atividades Complementares nesses cursos de graduação, e analisar qual o impacto das referidas atividades na qualidade deles. Apresentam-se nesses documentos mudanças de foco da organização dos cursos, que passam a se orientar pelas competências e habilidades da aprendizagem, inovando as metodologias e os processos de ensino-aprendizagem na formação de engenheiros. As atividades complementares são desenvolvidas nos cinco cursos estudados e estão sinalizando tanto a sua flexibilização curricular quanto como apontam para a formação generalista, crítica e reflexiva do graduado em Engenharia Civil e Elétrica.


Palavras-chave


PROJETOS POLÍTICO-PEDAGÓGICO; CURRÍCULOS; ATIVIDADES COMPLEMENTARES; FORMAÇÃO GENERALISTA DO ENGENHEIRO

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756