Uso escolar do sensoriamento remoto no estudo da dengue

Suely Franco Siqueira Lima, Teresa Gallotti Florenzano, Elisabete Caria Moraes, Dilene Fernandes Machado da Costa

Resumo


O Sensoriamento remoto é um valioso recurso didático. O objetivo deste artigo é apresentar uma metodologia de estudo da dengue com o uso do sensoriamento remoto na educação básica. O vírus da dengue, todos os anos, mata muitas pessoas no Brasil e em outros países. Por essa razão, a dengue foi escolhida como tema de estudo, desenvolvido com estudantes do ensino fundamental de três escolas diferentes. Os estudantes tiveram aulas sobre imagens de satélites. Eles aprenderam a identificar nas imagens as classes de uso e ocupação do solo urbano e relacionar essas classes com casos de dengue. A metodologia utilizada não só motivou, envolveu e conscientizou os estudantes sobre os riscos da dengue, como também mostrou para eles que é um problema que extrapola o local onde vivem.


Palavras-chave


SENSORIAMENTO REMOTO; RECURSO DIDÁTICO; ENSINO FUNDAMENTAL; DENGUE

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756