Letramento e games: uma teia de possibilidades

Lynn Alves

Resumo


Os jogos eletrônicos vêm sendo investigados de diferentes pontos de vista nos programas de pós-graduação stricto sensu no Brasil, apresentando um crescimento significativo e exponencial. Contudo, as investigações em torno dos processos de letramento que emerge no universo dos games ainda não são significativas, exigindo dos pesquisadores a construção de novos olhares em torno da questão. Atentos a essa possibilidade, o Grupo de Pesquisa Comunidades Virtuais – Uneb –, que desenvolve jogos digitais para os cenários pedagógicos, vem observando e investigando os diferentes níveis de letramento apresentados pelos jogadores no universo dos games, a fim de subsidiar práticas pedagógicas que valorizem as diferentes formas de aprendizagem que emergem nesses espaços. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de base qualitativa com um grupo de adolescentes do 8º e 9º ano, de duas escolas situadas no entorno da Uneb. Os resultados da pesquisa apontam para a tentativa dos sujeitos de exercitarem o letramento dentro do jogo, na medida em que exploram as distintas possibilidades existentes no contexto específico do game Tríade, compreendendo e significando esse universo midiático. Assim, essa experiência convida os professores a construírem um olhar diferenciado para o universo midiático, compreendendo-o como mais um espaço de aprendizagem que pode favorecer a distintos tipos de letramentos. Imergir, distanciar-se e apropriar-se são as palavras-chave para uma aproximação entre os ditos nativos e os imigrantes digitais dos âmbitos semióticos dos games.


Palavras-chave


LETRAMENTO; JOGOS ELETRÔNICOS; ÂMBITO SEMIÓTICO

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756