Estudo da eficiência da ligação parafusada em vigas compostas de madeira

Maria Estânia Mendonça Passos

Resumo


Considerando a necessidade de um maior equilíbrio no arranjo estrutural, em estruturas de coberturas com vãos acima de vinte metros, torna-se necessário um espaçamento de tesouras acima do usualmente adotado em estruturas de pequeno porte. As terças construídas em madeira, com seção transversal retangular, tornam-se insuficientes para resistir às solicitações deste novo vão. Neste trabalho, foi verificada a possibilidade de se utilizar o parafuso auto-atarraxante como elemento de solidarização em vigas de seção T. Os testes realizados mostraram a eficiência da ligação.


Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756