Qualificação ou competência?

Antônio de Pádua Nunes Tomasi

Resumo


O artigo procura mostrar que os esforços registrados pela Sociologia do Trabalho francesa, no sentido de se definir a noção de competência, reproduzem, de uma forma ou de outra, as matrizes teóricas construídas por George Friedmann e Pierre Naville por ocasião da definição de qualificação. Existem, não obstante, tentativas de superação dessa trajetória clássica, sobretudo as que levam em conta os limites da Sociologia do Trabalho na conceituação da competência e a necessidade de se recorrer a outras disciplinas, como a ciência da cognição.


Palavras-chave


COMPETÊNCIA; QUALIFICAÇÃO; SABER; SABER-FAZER; SABER-SER; SOCIOLOGIA; TRABALHO

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756