Ferramentas digitais e formação de professores

Aurea Zavam, Ludmila Rodrigues Paiva

Resumo


Considerando que os cursos de formação de professores, a despeito de todo o avanço na área das tecnologias da informação e comunicação (TIC), ainda não deram a devida atenção à formação de profissionais habilitados para a utilização de ferramentas digitais voltadas para o ensino, os egressos desses cursos chegam às escolas, quase sempre,despreparados para a adoção de recursos que funcionariam como apoio ao processo de ensino e aprendizagem. Tentando romper com esse descompasso e ainda difundir recursos digitais que se prestam a servir como ferramenta de ensino, discutimos,neste artigo, a importância das TIC para a formação do professor e, em seguida,apresentamos a análise de duas ferramentas digitais, especificamente dois objetos de aprendizagem (OA) de língua portuguesa, disponíveis no Portal do Professor (www.portaldoprofessor.mec.gov.br). A análise baseou-se fundamentalmente em Mendes,Souza e Caregnato (2004), que apontam as principais características de um OA, e em Bieliukas et al. (2010), que tecem considerações sobre características pedagógicas,tecnológicas e de interação humano-computador no desenvolvimento desses artefatos digitais, e ainda levou em consideração as recomendações previstas pelos Referenciais para Elaboração de Material Didático para EaD no Ensino Profissional e Tecnológico, do Ministério da Educação (MEC). Os resultados permitiram observar que as ferramentas digitais podem (e devem) ser utilizadas pelo professor como meio para alcançar uma aprendizagem baseada em interesse, criatividade e autonomia do aprendiz.

 


Palavras-chave


Formação de Professores. Ensino de Língua Portuguesa. Objetos de Aprendizagem.

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756