Usando XML para criação de um padrão para o intercâmbio de dados entre programas de elementos finitos

Marden C. Pinheiro, Gray Farias Moita

Resumo


Os programas de modelagem computacional através do Método dos Elementos Finitos possuem especializações e metodologias de cálculo diferentes. Sendo assim, é comum a necessidade de se executar uma mesma modelagem em programas distintos, objetivando a validação ou a complementação de resultados. Esta operação é dificultada em função do volume dos dados e de uma ausência de padronização entre os programas, além da pouca oferta de ferramentas para a importação e exportação de dados neste universo. Por outro lado, com a estabilização e ampliação de uso da XML Extensible Markup Language , a criação de formatos neutros que visem o intercâmbio de dados ficou bastante facilitada. Este trabalho detalha os esforços no sentido da proposição de um Esquema XML capaz de descrever, de forma neutra e estruturada, os dados utilizados por programas de modelagem através do Método dos Elementos Finitos, visando facilitar o intercâmbio de dados entre eles. A FEML, ou Finite Element Markup Language, está em seus estágios iniciais e ainda circunscrita a um software específico de análise estrutural. Serão necessários maiores aprofundamentos e novos estudos para sua ampliação e efetiva aplicação no domínio do problema.


Palavras-chave


XML; ESQUEMA XML; ELEMENTOS FINITOS; INTERCÂMBIO DE DADOS

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756