Os laboratórios de ciências nas escolas estaduais de nível médio de Belo Horizonte

Fábio Wellington Orlando da Silva, Marco A. N. Peixoto

Resumo


Neste trabalho, discute-se a utilização dos laboratórios de ciências nas escolas da rede estadual de ensino médio na cidade de Belo Horizonte. Os dados para análise foram obtidos por meio de observação direta nas escolas, questionários aplicados a professores, alunos e diretores, entrevistas estruturadas e informações disponibilizadas por órgãos  oficiais. Constatou-se uma baixa frequência de utilização dos laboratórios, provavelmente em decorrência da própria formação dos professores, de limitações que os acompanham por toda a carreira profissional e os afastam das aulas de laboratório. Se essa limitação não for superada através de alterações nos cursos de graduação, amparadas por um amplo projeto pedagógico, dificilmente a vivência das ciências obterá maior espaço nas salas de aula.


Palavras-chave


ENSINO DE CIÊNCIAS; EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA; LABORATÓRIOS DE ENSINO

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756