Cultura digital e formação: contextos de escolas públicas e privadas para uma educação inovadora

Mariluci Braga

Resumo


O presente artigo pretende discutir as questões voltadas à realidade escolar entrelaçada às barreiras e às facilidades no trabalho com tecnologias digitais. Esses fatores correspondem a culturas e a realidades diferentes, porém, com as mesmas necessidades de oportunidade e de acesso aos meios de informação e aprendizagem. Trata-se, aqui, da realidade das escolas públicas divergente da realidade das escolas privadas. A pretensão é visualizar a prevalência de vantagens de alunos das escolas privadas no cultivo do uso dos meios digitais e virtuais de aprendizagem, o que nos leva à guisa de conclusão que eles terão melhores oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional, tendo-se em vista as mudanças culturais e de realidade vividas na sociedade atual. Finaliza-se com uma proposta de transformações para a educação, tendo por base os pressupostos de Barnett Berry e equipe, que imprimem a preocupação com a formação docente com vistas em uma formação discente de qualidade a partir de uma transformação na postura profissional do educador.

 


Palavras-chave


Cultura Digital. Escola - Formação. Inovação.

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756