Diretrizes básicas para a construção de interface gráfica para objetos de aprendizagem

Márcia Gorett Ribeiro Grossi, Marcos Arrais Silva

Resumo


Pesquisar sobre design de interfaces para Objetos de Aprendizagem (OAs) não está restrito apenas à estética visual, mas também aos paradigmas que permeiam o processo de assimilação da informação.Promover uma comunicação adequada entre o emissor e o receptor é uma heurística básica na educação a distância para a efetivação do conhecimento. Refletindo sobre essa questão, foi realizada uma pesquisa com o objetivo de apresentar as diretrizes básicas para a elaboração de interfaces gráficas para os OAs,utilizando modelos existentes e funcionais que indicam como tratar a interface e os elementos que a compõem. A estratégia de pesquisa escolhida para atingir o objetivo proposto foi a revisão de literatura. Entre os principais resultados, destaca-se que as diretrizes abordadas no processo de produção de interfaces visuais para OAs foram satisfatórias para a proposta da pesquisa e poderão ser utilizadas para desenvolvimento em outros projetos correlatos, uma vez que essa pesquisa abre margens para outros estudos, pois a produção de conhecimento dentro da perspectiva dos OAs pode ser representada e estudada a partir de ciências que permeiam a questão da comunicação da cognição e dos suportes.

 


Palavras-chave


Design de Interfaces. Educação a Distância. Objetos de Aprendizagem.

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756