Acessibilidade nas escolas públicas da cidade de Araxá - MG

Flávia Belchiolina Ferreira, Anna Carolina Correa Pereira, Augusto Cesar da Silva Bezerra

Resumo


Sendo a educação um direito de todos os cidadãos, o ambiente escolar deve permitir ao aluno portador de deficiência (física, motora, auditiva ou sensorial) não apenas entrar na escola, mas permanecer no processo escolar com condições de acesso às áreas administrativas, esportivas, recreativas, salas de aula, bibliotecas e demais espaços, como propõe a norma brasileira de acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Dessa forma, garantir acessibilidade nas instituições de educação é propiciar às pessoas com necessidades especiais um ambiente de interação, autonomia e socialização. O relato que ora se apresenta teve como objetivo avaliar as características da acessibilidade de escolas públicas da cidade de Araxá, Minas Gerais. A intenção foi verificar se as instituições públicas de ensino do município atendem ao padrão de acessibilidade exigido pelas normas e leis vigentes. Em termos metodológicos, optou-se por realizar uma pesquisa bibliográfica da legislação em vigor e uma pesquisa de campo em cinco escolas da rede pública. Foi realizado um levantamento arquitetônico. Os resultados apontam que a totalidade das escolas visitadas apresenta refeitórios de difícil acesso e com degraus, laboratórios com mesas e bancadas fixas e que não atendem às normas de acessibilidade. Constatou-se, a partir da análise dos dados e das teorias utilizadas, que 100% das instalações e condições das instituições avaliadas não atendem aos padrões de acessibilidade exigidos pelas normas e leis vigentes e, portanto, necessitam de intervenções para a eliminação das barreiras arquitetônicas.

 


Palavras-chave


Mobilidade. Escola. Educação.

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756