INTERLOCUÇÃO PEDAGÓGICA ENTRE FACEBOOK E CONTEXTO EXCOLAR: LIMITES E POSSIBILIDADES DA REDE SOCIAL ENQUANTO FERRAMENTA PEDAGÓGICA

Nathana Fernandes, Giliane Bernardi

Resumo


O presente trabalho apresenta uma análise acerca da utilização do Facebook enquanto ferramenta pedagógica em práticas escolares realizadas com duas turmas de 3º ano do Ensino Fundamental de uma escola da rede estadual de Santa Maria/RS. O objetivo geral consiste em identificar os limites e possibilidades do uso da Rede Social Facebook como recurso pedagógico no processo de construção  de conhecimentos compartilhados, a partir das percepções dos sujeitos atuantes neste contexto escolar. A metodologia utilizou uma abordagem qualitativa do tipo pesquisa participante, tendo em vista a ação pedagógica exercida a partir da criação do grupo “Cantinho das turmas 31 e 34” e a partir de narrativas dos sujeitos do processo de ensino e aprendizagem. Conclui-se que a criação de grupos em redes sociais contribui à construção de novas aprendizagens, caracterizando-se como um recurso inovador que está atrelado a realidade dos educandos e aos avanços tecnológicos atuais. Esta relação entre as mídias sociais e a escola destaca-se como um ponto positivo para o processo de ensino e aprendizagem, atribuindo a ele um caráter dinâmico e lúdico.


Palavras-chave


Ferramenta pedagógica. Facebook. Ação pedagógica.

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756