Percepção e medida do tempo em uma abordagem fenomenológica

Adelson Fernandes Moreira, Oto Borges

Resumo


Este trabalho relata uma investigação buscando as contribuições teóricas da fenomenologia de Husserl para melhorar a compreensão da cognição e da sua natureza situada, incentivando reflexões sobre práticas de ensino de física. Usando o referencial fenomenológico reanalisamos alguns dados empíricos e estabelecemos algumas diretrizes para o desenvolvimento de estratégias de ensino. A importância de melhores explorações das experiências perceptuais dos estudantes, vivenciadas nos diferentes ambientes de aprendizagem, é evidenciada por resultados sobre a percepção do tempo, sua medida e registro. As possíveis implicações da abordagem fenomenológica para o ensino de física foram derivadas a partir da discussão sobre a percepção de espaço-tempo e imanência. A análise de uma narrativa sobre o ensino do conceito de velocidade ilustra este último ponto.


Palavras-chave


PERCEPÇÃO DE VELOCIDADE; CONCEITOS DE ESPAÇO E TEMPO; ABORDAGEM FENOMENOLÓGICA; ENSINO DE FÍSICA

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756