A Transformação dos CEFET em Instituições de Ensino Superior: a lógica de produção e a lógica da educação em confronto

Maria Ciavatta

Resumo


A discussão sobre o sentido educacional que os CEFET assumem ao se tornarem, progressivamente, instituições de ensino superior, exige que se defina que homem e que mulher se quer formar e a que finalidades se destina a educação. De outro lado, cabe uma reflexão sobre a questão da técnica, da ciência e da tecnologia e sua relação com o trabalho e a educação. Tendo como horizonte a necessidade de uma visão de totalidade social dos fenômenos, nas múltiplas relações que estabelecem, portanto, na sua complexidade, trataremos do tema proposto em sua dimensão histórica e política. Primeiro, refletimos sobre o significado da técnica e sua relação com o conhecimento, a ciência e as tecnologias. A seguir, trataremos brevemente dos termos cidadão produtivo e/ou emancipado e de uma breve visão do mundo econômico onde se gera uma estrutura social de grandes desigualdades. Em terceiro lugar, abordaremos a questão da universidade, a produção do conhecimento e sua relação com o ensino médio e a formação de tecnólogos em nível superior.


Palavras-chave


ENSINO SUPERIOR; TÉCNICA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA; CIDADÃO PRODUTIVO; TECNÓLOGO

Texto completo:

PDF


ISSN Impresso: 1414 - 5057

ISSN Eletrônico: 2317 - 7756